Vira-vira no overtime
Vancouver Canucks sai perdendo em casa, mas reage e bate Dallas Stars no overtime.
14-11-2016
Escrito por: Rafael Carvalho
Compartilhe

Com apenas uma vitória nos últimos seis jogos disputados, sendo todos fora de casa, o Vancouver Canucks voltou pra casa após a péssima road trip por Montreal, Ottawa, Toronto, New York (Manhattam e Brooklyn) e Detroit.
Pelo lado do Dallas Stars, a vitória interessava para se manter no wild card.

Não demorou muito e os visitantes abriram o placar com Patrick Eaves após uma confusão na frente do gol de Ryan Miller, veja:

Porém o empate não demorou e saiu com Bo Horvat. Nem deu tempo de comemorar e vinte segundos depois Lauri Korpikoski recolocou os Stars na frente do placar.
Foram três gols em menos de 1 minuto.

O segundo período parecia ir embora sem balançar as redes, mas em um belo passe de Tyler Seguin encontrou Eaves que fez o terceiro da equipe de Dallas e o seu segundo na partida.

Veio o terceiro período, sem nada mais a perder, os Canucks foram com tudo pra cima e com Loui Eriksson e Brandon Sutter (no power play) empataram o jogo com pouco mais de seis minutos jogados.

Cinco minutos depois Antoine Roussel novamente deu a liderança no marcador para a equipe texana. Os Canucks até empataram pouco depois com Alexandre Burrows, mas os Stars pediram revisão alegando interferência em Kari Lehtonen e após revisão foi confirmada a interferência no netminder. NO GOAL!

Mas o melhor estava por vir... Já nos segundos finais empatou com Troy Stecher fez o seu primeiro gol na carreira levando a partida para o overtime.
No OT, Sutter venceu o faceoff na zona ofensiva e de “bate-pronto” Markus Granlund fez gol da vitória dos Canucks.

Assista aos melhores momentos:

 

 

Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as para saber o que é impróprio ou ilegal.