Logo NHL Brasil

Dando início a uma nova série aqui no site, vamos analisar um pouco as grandes rivalidades da história da NHL.

01-11-2019 | Publicado por: Caique Tomiya

RIVALIDADES HISTÓRICAS #1 - Penguins x Flyers!

A NHL é uma liga repleta de rivalidades históricas, pesadas e até sangrentas em alguns pontos da história. Hoje iniciaremos este quadro pra analisar de forma breve, destacando grandes momentos destas rivalidades ao curso da história. Pegando embalo no último confronto entre as equipes a alguns dias, vamos abrir o quadro falando um pouco de Pittsburgh Penguins e Philadelphia Flyers, que no começo da década agitaram a liga com jogos emocionantes, cheios de gols e claro, muitas brigas!

A rivalidade do estado da Pensilvânia surgiu em 1967, instantaneamente após a adição das duas franquias na NHL, mediante a expansão que ocorreu naquele ano na liga. O primeiro encontro não demorou a acontecer: 19 de Outubro de 1967 e quem se saiu melhor naquele dia histórico foram os Flyers: Vitória por 1x0 , com shutout do goleiro Doug Favell e assim se iniciava uma das grandes rivalidades da história da NHL.

O começo da rivalidade no entanto não empolgava tanto, uma vez que os Penguins tiveram uma primeira década inicial muito ruim na liga, com as coisas começando a melhorar no fim da década de 70 e a equipe mudando de patamar somente a partir da temporada de 1984, com a chegada de Mario Lemieux.

Já no leste do estado, o Philadelphia Flyers teve um começo pra lá de bom, inclusive conquistando a Stanley Cup por duas vezes consecutivas (1974 e 1975) e dominando completamente a equipe de Pittsburgh nos primeiros anos de rivalidade na liga, incluindo uma sequência INCRÍVEL de 42 vitórias SEGUIDAS sobre a equipe de Pittsburgh jogando no lendário Spectrum, em Philly, que durou de 1974 até 1989!

Como citado anteriormente, as coisas começaram a mudar na rivalidade com a chegada de Mario Lemieux à equipe de Pittsburgh. Com Lemieux, os Penguins subiram de patamar e voltaram aos playoffs na temporada 1988-1989. Após uma temporada de altos e baixos para ambas as equipes, Penguins e Flyers se classificaram para os playoffs com campanhas razoáveis. Mesmo com a épica temporada de Mario Lemieux, que chegou a 199 pontos, os Penguins ficaram longe de ter uma grande campanha, terminando com um recorde de 40-33-7 (V-D-OT) e a equipe dos Flyers terminou com uma campanha 36-36-8. Após passarem por seus adversários no primeiro round, as equipes finalmente se encontrariam em uma pós temporada...

Final da Divisão Patrick – 1989

O dia 1º de Abril de 1989 marcou o primeiro confronto das equipes em uma série de playoff, e a animosidade tomou conta da série. Após 3 jogos muito apertados e disputados, os Penguins abriram 2-1 na série e viajaram para Philly buscando abrir uma boa vantagem, foi então que se iniciou a segunda parte da série onde simplesmente CHOVERAM GOLS. Os Flyers levaram o jogo 4 com uma bela vitória por 4x1 e a série voltou para Pittsburgh, que testemunhou uma noite histórica, onde os Penguins venceram os Flyers por 10x7, com 5 GOLS de Mario Lemieux, que até pouco tempo antes da partida começar, era listado como “questionável” por uma lesão no pescoço. Além disso, a noite de 25 de Abril de 1989 contou também com uma briga generalizada dentro do gelo, que você pode ver no vídeo abaixo. Neste dia, sem dúvidas, a rivalidade entre Penguins e Flyers escalava para um novo nível!

Dois dias depois, as equipes se encontrariam novamente para o jogo 6 e os Penguins tendo a vantagem do match point, não foram páreos para os Flyers no lendário Spectrum. Melhor para a equipe de Philly, que venceu por 6x2 e empatou a série, levando a decisão assim para o jogo 7, que aconteceria no dia 29 de Abril, em Pittsburgh.

Surpreendendo a todos na época, os Flyers não deram chances para os Penguins no jogo 7, vencendo por 4x1 e avançando para as Finais de Conferência. Ao final da série, a animosidade entre as equipes era notória e foi o combustível inicial para uma rivalidade que nos daria momentos incríveis ao longo das décadas.

 

Final da Conferência Leste - 2008

Um outro momento marcante da rivalidade entre as equipes, foi a Final de Conferência disputada em 2008, onde os Penguins já contavam com as estrelas Sidney Crosby e Evgeni Malkin. Desta vez, sem quaisquer surpresas, os Penguins passaram com facilidade pelos Flyers, fazendo valer o amplo favoritismo e vencendo uma série contra o rival pela primeira vez na história.

Nos jogos 1 e 2, os Penguins venceram os Flyers por 4x2 em Pittsburgh. Após a série mudar para Philly, os Penguins seguiram com tudo e abriram 3-0. No jogo 4, os Flyers finalmente apareceu para a série e venceu o primeiro jogo, levando a série de volta para Pittsburgh. Mesmo após mostrar uma reação, os Flyers não foram páreos para os Penguins no jogo 5 e foram amassados por um sonoro 6x0.  Veja os melhores momentos do jogo 5:

 

Crosby vs Giroux e o melhor momento da rivalidade - 2012

Desde o surgimento das equipes, até a grande seca dos Penguins contra os Flyers em Philly, o primeiro embate nos playoffs, tudo isso foi apenas um belo e longo aquecimento até chegar em 2012 e o que este ano nos traria.

Ambas as equipes possuíam grandes elencos, estrelas consolidadas na liga e fizeram grandes boas campanhas na temporada. O início do caos viria pouco antes do fim da temporada regular.

01 de abril de 2012 – Dan Blysma vs Peter Laviolette

Perdendo por 6x3 no final da partida, o técnico dos Penguins, Dan Blysma, soltou sua sua linha de “check” no gelo, o que desagradou e muito o técnico dos Flyers, Peter Laviolette. A coisa que já estava esquentando, ferveu de vez quando Joe Vitale dos Penguins acertou um hit pesado em Danny Briere dos Flyers no meio do gelo. Daí pra frente foi o caos! Uma pancadaria generalizada no gelo e o técnico dos Flyers subindo na borda para intimar Dan Blysma , o que gerou reação do assistente dos Penguins Tony Granato e a coisa só piorou. Posteriormente, Laviolette e Granato foram multados pela liga, diversos jogadores foram punidos no lance, que foi apenas o começo do que estaria por vir nas semanas seguintes. Confira um vídeo do momento abaixo:

 

15 de abril de 2012 – Jogo 3 – Primeiro Round

As equipes chegaram para os playoffs e se enfrentaram logo de cara no primeiro round. Os Flyers abriram logo 2-0 na série, com duas vitórias em Pittsburgh. A série então foi para a Filadélfia e UAU!

Já no primeiro período da partida era nítida a animosidade entre as equipes e não demorou muito para a primeira grande confusão se iniciar: Sidney Crosby tentou pegar um rebote e acertou o goleiro Ilya Bryzgalov dos Flyers. Foi o estopim, uma vez que os jogadores dos Flyers foram pra cima do capitão dos Penguins, cujo os companheiros vieram em sua defesa. A princípio, Crosby discutiu e até se atracou com Voracek, sendo logo separados. Quando tudo parecia se acalmar, o capitão dos Penguins mais uma vez foi em direção do jogador tcheco, e então Claude Giroux partiu pra cima de Crosby e os dois iniciaram uma briga, para delírio dos torcedores presentes na arena. Crosby e Giroux mal tinham sido separados pela arbitragem quando Kris Letang e Kimmo Timonen iniciaram uma outra briga do outro lado do gelo. O momento pode ser visto no vídeo abaixo.

 

Achou que foi muita coisa? Pois isso foi só o começo da noite, literalmente!

Com o jogo praticamente definido a menos de 5 minutos do fim, os Penguins abriram a caixa de ferramentas com James Neal, que acertou um pesado hit em Sean Coutorier e instantes depois em Claude Giroux. Foi o suficiente pra começar outra pancadaria generalizada no gelo, com Scott Hartnell partindo pra briga com Craig Adams dos Penguins, Sidney Crosby e Brayden Schenn trocando “palavras gentis”, Wayne Simmonds indo pra cima de James Neal. Foram mais de 10 minutos de paralisação! Confiram o vídeo do momento abaixo:
 


 

22 de Abril de 2012 – Claude Giroux & “The Shift”

Os Flyers praticamente dominaram aquela série de 2012, e chegaram para o jogo 6 em casa podendo fechar a mesma. Muito se esperava um Penguins mais agressivo, mas se a equipe de Pittsburgh tinha qualquer pretensão de iniciar a partida dominando, Claude Giroux tinha outras ideias. Logo aos 5 segundos de jogo, o então capitão alternativo dos Flyers desferiu um lindo hit em Sidney Crosby no meio do gelo, levantando a torcida dos Flyers logo de cara, pra completar o famoso “shift”, Giroux ainda recuperou um passe errado da defesa dos Penguins e abriu o placar com menos de 30 segundos, levando a arena a loucura e abrindo o caminho para a vitória dos Flyers que encerraria a série naquela noite para avançar nos playoffs. Confira abaixo um vídeo do momento descrito logo no início do vídeo e um resumo do que rolou de melhor naquela partida:
 

 

Menções honrosas:

25 de Março de 2018 – Penguins batem os Flyers por 5x4 no OT!
 


24 de Fevereiro 2019 – Flyers batem os Penguins no OT e vencem uma Stadium Series!


Nos confrontos diretos, desde que chegaram a liga, os Flyers levam uma boa vantagem sobre os Penguins:

Confrontos totais: 331

Recorde total: 177-124-30 (Flyers)
Temporada regular: 156-104-30 (Flyers)
Playoffs: 21-20 (Flyers)
Maior sequência de vitórias: 15 (Flyers)
Séries de playoffs: 4-3 (Flyers)

No quesito conquistas da Stanley Cup, os Penguins é quem tem uma grande vantagem: A equipe de Pittsburgh conquistou 5 títulos, contra apenas 2 títulos da equipe da Filadélfia.

 


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as para saber o que é impróprio ou ilegal.