Logo NHL Brasil

Em nosso terceiro capítulo sobre a história dos times da Liga, contaremos sobre os campeões da Stanley Cup de 2008-2009, 2015-2016 e 2016-2017, Pittsburgh Penguins.

12-12-2019 | Publicado por: Nathalia

Pittsburgh Penguins: A jornada até aqui (2009-2017)

De uma quase falência até uma dinastia, o Pittsburgh Penguins atualmente é sem dúvida umas da maiores e mais famosas franquias da NHL. Entretanto, não se pode esquecer as origens que levaram ao sucesso da equipe. E é claro, tudo isso sob o comando de Sidney Crosby.

Origens de Pittbursgh Penguins e primeiras décadas

O Pittsburgh Penguins é originário da cidade de Pittsburgh, na Pensilvânia. Fundado em 1967, o time faz parte da primeira expansão de equipes da NHL, que antes contavam com apenas 6 times, conhecidos como original six. Nessa expansão, entraram também Los Angeles Kings, Minnesota North Stars, Oakland Seals, Philadelphia Flyers e St. Louis Blues. São membros da Divisão Metropolitana (Metropolitan Division) da Conferência Leste (East Conference).

O time já foi para 6 finais de Stanley Cup, ganhando 5. Em suas 51 temporadas, o time foi aos playoffs 33 vezes. Contudo, vale notar que apesar do sucesso recente e consistência, nem sempre foi assim. Nas primeiras duas temporadas, o time não se classificou aos playoffs. Então, o time alternava entre ir aos playoffs e não ir. Similarmente, nos anos 80, tiveram uma época de amargura: foram 6 anos sem ir aos playoffs.

Tempos Atuais (2000-2009)

Apesar de terem ganho duas cups nos anos 90, o Pittsburgh Penguins passou por dificuldades financeiras nessa época. Mesmo com estrelas como Mario Lemieux e Jaromr Jagr, os principais responsáveis pelas conquistas dos anos 90, o time quase declarou a falência

Os problemas começaram em 1994-1995, devido ao lockout, o time perdeu 25 milhões de dólares. Howard Baldwin, único proprietário do time na época, assinou contratos ruins com a FOX e Spectator Management, para que seu time pudesse continuar em funcionamento.

Mario Lemieux se aposentou em 1997. Em 1999, Mario Lemieux comprou o Pittrbugh Penguins. E em 2000, ele anunciou que voltaria aos rinques, permanecendo no time como jogador e proprietário. 

Nesse ínterim, na temporada de 2003-2004, o time tinha uma média de público de 11,000, a pior de todos os times daquela época. E no mesmo ano, o time teve o pior recorde, ganhando apenas 23 partidas. Todavia, em 2003, o goleiro canadense Marc-Andre Fleury foi selecionado no draft de 2003. Já em 2004, foi a vez do russo Evgeni Malkin ser selecionado. E então, em 2005, Sidney Crosby se junta a equipe ao ser selecionado em primeiro lugar no Draft de 2005. 

As conquistas das Stanley Cups de Pittsburgh Penguins (2009, 2016 e 2017)

2008-2009

Em seguida, após draftar Sidney Crosby, o jogador conquistou 102 pontos em seu ano de rookie. Na temporada de 2008-2009, o técnico Dan Bylsma substituiu Michel Therrien, e mudou os rumos da temporada do Penguins, que estava tendo um desempenho ruim.

Primeiramente, eles ganharam dos seus adversários do primeiro round Philadelphia Flyers em seis jogos, depois em sete jogos contra Washington Capitals e a final de Conferência Leste foi entre Penguins e Carolina Hurricanes.

Logo, derrotaram o time de North Carolina em 4 jogos. Na final, encarariam o Detroit Red Wings, time que tinha ganho a Stanley Cup contra o Penguins um ano antes.

Depois de perder os Jogos 1 e 2 em Detroit, assim como nos anos anteriores, os Penguins venceram os Jogos 3 e 4 em Pittsburgh. No jogo 7 de Detroit, Maxime Talbot marcou dois gols, incluindo o vencedor do jogo. Com isso, o time ganhou por 2-1 e Malkin foi premiado com o Conn Smythe Trophy como o MVP dos playoffs.

2016

Eles viriam a conquistar duas cups seguidas 6 anos depois. O técnico Mike Sullivan chegou a equipe após Mike Johnson ter sido demitido. Fizeram parte da equipe ganhadora, Sidney Crosby, Evgeni Malkin, Kris Letang e Marc-Andre Fleury. Além disso, Conor Sheary, Tom Kuhnhackl, Bryan Rust e o goleiro Matt Murray, todos vindo da afiliada Wilkes-Barre / Scranton.

Os Penguins se classificaram para os playoffs pela décima temporada consecutiva. Eles conquistaram o segundo lugar na Divisão Metropolitana, com 104 pontos. Nos playoffs, os Penguins derrotaram o Rangers em uma série 4-1, o Capitals 4-2 e o Lightning 4-3 avançando para as finais da Stanley Cup contra o San Jose Sharks. 

Em 12 de junho de 2016, os Penguins derrotaram os Sharks em uma série de 4 a 2 para ganhar seu quarto título na Stanley Cup. O capitão Sidney Crosby recebeu o troféu Conn Smythe.

2017

Posteriormente, os Penguins encontrariam o Columbus Blue Jackets pela sua frente no primeiro round dos playoffs de 2017. Venceram-os em cinco jogos. No segundo round eles jogaram contra seu rival de divisão, Washington, e os enfrentaram pelo segundo ano consecutivo. Logo após, na final de Conferência, eliminaram em sete jogos o Ottawa Senators. Seus adversários finais foram o Nashville Predators. Os Penguins venceram os dois primeiros jogos das Finais e depois perderam os dois próximos confrontos. Por fim, ganharam o quinto e o sexto jogo da série, ganhando a Stanley Cup pelo segundo ano consecutivo.

Enfim, ao ganharem seu quinto título, os Penguins se tornaram o primeiro time desde o Detroit Red Wings de 1997 a 1998 a defender seu título com sucesso e o primeiro a fazê-lo na era do teto salarial.

Curiosidades:

Principais jogadores e pontuadores da história do Pittsburgh Penguins (2009-2017)

Sidney Crosby (1233)

Evgeni Malkin (1029)

Marc-André Fleury (17774 saves, .913% SV)

Kris Letang (511)

Logo/Uniforme

As cores do time são Preto, Amarelo e Branco. O logo atual do time consiste em um pinguim patinando e com um stick na mão. Eles usaram, por 15 anos, outro logo, que consistia no mesmo Pinguim, porém mais moderno. 

Rivalidades

Pittsburgh Penguins x Philadelphia Flyers

Batalha da Pensilvânia (Battle of Pennsylvania) é considerada, por muitos, uma das melhores rivalidades da NHL. Os dois times surgiram juntos em 1967, na expansão da Liga. Por isso, a rivalidade existe por conta de estarem localizados no mesmo estado da Pensilvânia. No, as franquias se enfrentaram sete vezes nos playoffs. Os Flyers venceram quatro séries: 1989, 1997, 2000 e 2012 e o Pinguins vencendo três: 2008, 2009, 2018. Hoje é possível ver que a franquia mais sucedida é a do Penguins, pois conquistaram 3 títulos na era moderna.

Pittsburgh Penguins x Washigton Capitals

As duas equipes se enfrentaram onze vezes nos playoffs, com os Penguins vencendo nove das onze partidas, suas duas derrotas nas séries ocorrendo nos playoffs de 1994 e 2018. Os Penguins derrotaram o Capitals a caminho de todas as cinco vitórias na Stanley Cup. Eles se enfrentaram em um jogo decisivo 7 nos playoffs de 1992, 1995, 2009 e 2017. Existe uma distância de 250km entre as duas cidades, o que permite que ambos os fãs se desloquem para os encontros. 

Elenco atual

Sidney Crosby é o capitão. Dessa maneira, Evgeni Malkin e Kris Letang são os capitães alternativos. O elenco do Pittsburgh é composto, em 2019, por:

Forwards:

46 - Zach Aston-Reese 
27 - Nick Bjugstad 
36 - Joseph Blandisi 
53 - Teddy Blueger 
87 - Sidney Crosby (C)
18 - Alex Galchenyuk 
24 - Dominik Kahun
37 - Sam Lafferty 
71 - Evgeni Malkin (A)
19 - Jared McCann
12 - Dominik Simon 
59 - Jake Guentzel 
72 - Patric Hornqvist
14 - Stefan Noesen 
17 - Bryan Rust
13 - Brandon Tanev 
 

Defensores

8 - Brian Dumoulin 
3 - Jack Johnson 
58 - Kris Letang (A)
6 - John Marino 
28 - Marcus Pettersson 
50 - Juuso Riikola 
2 - Chad Ruhwedel 
4 - Justin Schultz 

 

Por quê o time tem esse nome?


Não, não existem Pinguins em Pittsburgh. A princípio, o nome do time, Penguins, surgiu porque o time jogava seus jogos em casa no “Igloo”, que era o apelido da Arena Cívica. O logotipo original, o pinguim na frente de um triângulo, significava o “Triângulo Dourado” do centro de Pittsburgh.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as para saber o que é impróprio ou ilegal.